Conselho para o trader iniciante

Para minha surpresa, recebi diversos conselhos valiosíssimos e nesse artigo gostaria de expor as ideias e tecer alguns comentários.

Arte de ouvir um conselho

São vários os pensadores que já trouxeram à tona pensamentos sobre “conselho”. Quem nunca ouviu: “Se conselho fosse bom, não se dava, vendia”.

Eu, particularmente, considero esse pensamento extremamente pobre. Como se coisas de valor pudessem ser somente vendidas. Prefiro pensamentos como do John Collins:

Aproveitar um bom conselho requer mais sabedoria do que dá-lo.

Sem dúvida, aceitar um conselho de outrem requer muita humildade. Coisa que nem todos possuem, ainda mais num ambiente extremamente livre como os mercados financeiros, onde você pode fazer o que, como e quando quiser (desde que tenha dinheiro).

Na mesma linha, Philip Chesterfield proclama:

O conselho raramente é bem recebido e quem mais necessita dele é quem menos o aprecia.

Fato. Raramente o aprendizado entra pelos ouvidos.

Para quem está iniciando

Quando iniciamos no mercado, nos vem a ilusão de que encontramos o melhor ambiente para se estar.

Com poucos cliques, podemos transformar centavos em risco em reais no bolso. Centenas de ativos negociados parecem um mar de oportunidades. Bem, a resposta para isso é sim e não. O mercado não é tão trivial.

Por isso, o meu conselho inicial para quem está dando os primeiros passos é:

Não crie altas expectativas

Comece com o objetivo de aprender as regras do jogo e em sobreviver. Você se afastará da frustração, quanto mais longe estiver de expectativas elevadas.

Conselhos da Comunidade

Compartilho agora conselhos de alguns traders que me seguem:

Vai devagar. No primeiro ano, concentre-se em aprender e não perder muito.

Alinhado com a não criação de altas expectativas.

Primeiramente, estude, pois o mercado parece fácil pro iniciante, mas quando a pessoa coloca seu dinheiro em jogo, a cabeça muda totalmente. Então é bom ter um estudo sobre o mercado.

Muito sábio. Em que ambiente podemos ter sucesso sem estudo e aprimoramento continuo?

Faça paper trade ou use conta simulação por alguns meses antes de operar no real.

Simule! Não dói, não gasta dinheiro e ensina.Crie suas estatísticas.

Planilha tudo! Observe seu emocional! Veja como você reage em situação de stress, loss e não faça day trades achando que isso vai te deixar rico.


Santa ilusão do day trade. Definitivamente, não comece pelo day trade.

Estude, estude e comece operando pequeno!

Vá aumentando aos poucos o capital até encontrar aquele valor que você não se incomoda em arriscar.

Primeiro não perder dinheiro, segundo lembrar a primeira.

Velha frase de Warren Buffet. Embora eu corrigiria para “aprender a perder”.

Não confie em salas/professores que minimizem a importância de simular exaustivamente uma estratégia e tenha sempre em mente que o mercado é imprevisível.

Tem gente que acha que pode prever alguma coisa no mercado, acredita?

Não leia notícias, muito menos Horóscopo!

Penso como Nassim Taleb. Só leio aquilo que não é perecível.

1 – O simples funciona, basta ser disciplinado, estude bastante.
2 – Se possível, comece fazendo operações de swing trade em ações.
3 – Operar não é boletar o tempo todo; operar é iniciar um trade no momento que tiver certeza do que está fazendo. Se o dia não lhe oferecer oportunidades dentro da sua estratégia, relaxe. Mercado tem todo dia.
4 – Cuidado, não existe setup milagroso.
5 – Good luck.

Vários conselhos ricos.

Trace a sua estratégia e sempre utilize STOP.

Perfeito. Não tente imitar a estratégia de outro trader. Pegue dele o que para você faz sentido e crie a sua abordagem.

Gestão de risco é tudo! Não permita que uma perda seja capaz de te abalar psicologicamente. Isso atrasará de maneira significativa tua evolução como trader! (Ou mesmo te expulsará do mercado)

Só invista um valor que você pode perder.

Aprenda a perder. Aceite a perda. Não somente para o trading, mas para a vida.

Por mais que você erre, um bom gerenciamento de risco te deixará vivo para a próxima oportunidade. Lembre-se dificilmente você será consistente antes das 10.000 horas de tela!

Bem lembrado: as 10000 horas do Malcolm Gladwell.

Tem de estudar, claro. Mas sem “bitolar” na ânsia de encontrar “o Setup perfeito” para ficar rico em três cliques. Há de se ter paciência, parcimônia e entender, de uma vez por todas, que especular não é “jogar” (no sentido pejorativo da palavra).

Não tem mágica. Estratégia com 100% de acerto, trader que não perde e Papai Noel não existem.

Estude, estude e estude. Quando achar que sabe o suficiente, estude mais um pouco antes de fazer qualquer operação.

Por isso você precisa ser apaixonado pelo o que faz. Só assim conseguirá estudar sobre esse assunto para sempre. Nunca saberá tudo. E essa é a graça do jogo.

Conclusão

Operar os mercados proporciona não somente a possibilidade de você criar a sua independência financeira, mas também crescimento intelectual e até melhora sua forma de ver a vida.

Você aprende a lidar com a imprevisibilidade das coisas, que existem bons e maus momentos, horas de estar ativo e horas de não fazer nada.

Respeite a fase que você está e desfrute a jornada.

Compartilhe este artigo nas redes sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter